Imagem da postagem

A Arquidiocese de Aparecida em Assembleia  assumiu  como prioridade pastoral os Grupos de Reflexão nas casas. O fundamento destas pequenas comunidades reunidas nas casas é a Comunidade Eterna, a Santíssima Trindade.  A comunidade divina é a “melhor comunidade”. A Igreja pede que  formemos  pequenas comunidades para que a paróquia seja uma “Comunidade de Comunidades”.

 

A Igreja começou nas casas. Antes de ser Igreja paroquial, Igreja diocesana, era Igreja doméstica. Outro fundamento bíblico dos Grupos de Reflexão encontramos no livro do Êxodo (18, 21-23). Moisés cria grupos pequenos no  deserto  para  melhor conduzir o povo. Por outro lado, no livro dos Atos dos Apóstolos (2,42-47), está registrado que os apóstolos fundaram pequenas comunidades que são a semente da Igreja no Novo Testamento.  Também  Jesus  fundou a Comunidade dos Doze Apóstolos.

 

Com a pastoral dos Grupos Bíblicos de Reflexão nas casas, queremos   dar oportunidade ao povo para refletir, rezar e agir. Este é o tripé dos  Grupos  de Reflexão: reflexão, oração, ação. Nosso povo, reunido em grupo nas casas irá entrar em  contato  semanal  com  a Palavra de Deus, através  da Leitura Orante  da Bíblia. Por outro lado, a reunião de grupo nas casas é uma “catequese permanente”.

 

Os Grupos Bíblicos de Reflexão, com o tempo, prepararam pessoas mais conscientes e engajadas na Igreja as quais se tornam lideranças  que fortalecem as pastorais. Outra vantagem pastoral dos Grupos nas casas é poder chegar ao povo, às ruas, às casas, à base, ao chão, à realidade concreta.  Os  grupos se transformam numa verdadeira família onde cresce a amizade, aumenta a fé, revigora a paróquia.

 

Com o tempo, os grupos darão frutos através de ações sociais, caritativas, solidárias, fraternas. A experiência tem comprovado que  estas  ações são gestos de fé que se transformam em atos concretos de amor fraterno.

 

As reuniões de grupos são semanais,  com duração de uma hora. Os grupos devem ter no mínimo, 12 pessoas, e no máximo, 15. Cada reunião tem a ajuda do “Animador do Grupo” e de uma folha com os textos bíblicos e outras dinâmicas de grupo.

 

Lembremos que Santo Afonso Maria de Ligório criou grupos que se reuniam nas praças, nas ruas, chamados por ele de: “Capelas Vespertinas”. Este método deu certo. Paulo Apóstolo divulgou o cristianismo através de pequenos grupos .

 

Que a Santíssima Trindade nos abençoe.

Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida

 

Assembleia Arquidiocesana de Pastoral

 

Após a realização, em agosto, da Assembleia Arquidiocesana de Avaliação Pastoral, a Igreja Particular de Aparecida realizará sua Assembleia Arquidiocesana de Pastoral nos dias 06 e 07 de novembro. O objetivo será implantar o novo Projeto Pastoral da Arquidiocese a partir dos encaminhamentos propostos na primeira Assembleia.

 

A Assembleia iniciará às 19h30 e encerrará às 21h30, no Centro Arquidiocesano de Pastoral (CAP), Rua Barão do Rio Branco, 412, Centro, Aparecida.

 

São convocados para essa Assembleia: os padres diocesanos e religiosos (párocos e vigários); Diáconos; representante dos seminaristas; representantes dos religiosos (coordenação CRB diocesana); coordenadores diocesanos de Pastoral, Movimentos, Novas Comunidades e Assessores; Coordenador do Conselho Pastoral Paroquial e um leigo de representatividade paroquial.