Seminário Bom Jesus -  Formadores e Seminaristas

O processo formativo no Seminário Bom Jesus

Toda a vida do seminário tem caráter essencialmente formativo e faz parte de nosso plano de formação, aspectos importantes que dinamizam a caminhada e o processo de discernimento vocacional, com o protagonismo do próprio formando: propomos uma formação transparente, na verdade e na honestidade, organizada nos princípios de participação, partilha e união; uma formação personalizada, humanizante e eclesial, pois é em comunidade e na comunidade que cada um servirá a Deus, conforme seu chamado.

Inicialmente, o jovem que sente uma inquietação vocacional, procura o seminário para um acompanhamento mais próximo, através de encontros vocacionais, orientados pela pastoral vocacional do Seminário, que ajuda a despertar, discernir, cultivar e acompanhar o processo de opção vocacional consciente e livre. Durante esse período, o jovem é preparado para ingressar na primeira fase do processo formativo, chamada de Propedêutico. O Propedêutico visa garantir a quem entra no seminário, uma profunda iniciação em todas as dimensões da formação (humana, espiritual, intelectual e pastoral), inserindo o jovem, progressivamente, na proposta formativa e no estilo de vida do Seminário.

Após esse período (um ano, desde a participação nos encontros vocacionais e até o momento do propedêutico), o seminarista inicia a formação nos estudos de Filosofia (três anos) e posteriormente, a Teologia (quatro anos). Os seminaristas estudam Filosofia no Centro Universitário Salesiano (UNISAL), em Lorena, e estudam Teologia, na Faculdade Dehoniana, em Taubaté.

Certamente um período intenso de formação acadêmica, além da formação humana, intelectual, espiritual e pastoral que acontece dentro do próprio seminário: vida comunitária, oração e celebração da Eucaristia, meditação da Palavra de Deus e prática pastoral nas paróquias. O seminário propicia que todo esse processo caminhe em harmonia e integrado, para que, de fato, o seminarista descubra neste caminho a vontade de Deus e abrace com alegria a vocação a ele confiada.

A equipe de formadores, juntamente com o apoio do Arcebispo, procura assumir com responsabilidade e alegria essa sublime missão, de ser um instrumento de Deus na vida dos jovens vocacionados ao sacerdócio, procurando acompanhá-los com respeito, compreensão e proximidade.

Temos como objetivo fundamental no processo formativo: Formar os candidatos à vida presbiteral discípulos missionários por meio de um processo humano, espiritual, intelectual e pastoral, centrado em Jesus Cristo Bom Pastor, para responder aos desafios da evangelização no mundo contemporâneo.

Ao concluir o processo formativo, deste tempo do Seminário - pois a formação é permanente - o jovem é chamado ao sacramento da Ordem, primeiramente no grau de diácono, ministério que será vivido por um ano, para enfim receber o sacramento, no segundo grau: de presbítero, para o serviço de Deus, na Igreja, através das pessoas.

À luz de Aparecida (V CELAM) e das Diretrizes para a Formação de Presbíteros da Igreja do Brasil, queremos que nossa formação seja fonte de vida para todos e que de fato, os futuros presbíteros sejam discípulos, missionários, servidores da vida, da misericórdia, formados ao estilo de Jesus que veio “para que todos tenham vida plena”.